terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Menina Rica, Menina Pobre - Joanna Rees


Menina Rica, Menina Pobre
A Twist of Fate

Joanna Rees
Livro Único

Edições ASA (2013)
512 páginas

Origem: Biblioteca
5/7 - Gostei



Thea e Romy são duas lindas bebés cujo futuro é ditado por uma moeda atirada ao ar. Separadas e vendidas na calada da noite, os seus destinos não podiam ser mais diferentes. Thea é enviada para os Estados Unidos, onde a espera uma vida de privilégio e luxo. Romy é internada num violento e degradado orfanato na Alemanha de Leste. Embora vivam em continentes diferentes, os seus caminhos vão cruzar-se ao longo dos anos, sem que nenhuma conheça a identidade da outra. Mas os seus mundos acabarão por colidir um dia. Face a uma tragédia iminente, com tudo o que lhes é mais querido em jogo, elas têm apenas duas opções: destruírem-se mutuamente ou unirem-se, arriscando as próprias vidas, para descobrir a chocante verdade sobre o seu passado. Das vielas decadentes de Londres aos arranha-céus de Nova Iorque, das montanhas geladas da Europa de Leste às exuberantes praias das Caraíbas, duas mulheres unidas pelo poder invisível dos laços de sangue constroem as suas vidas numa luta permanente contra a arbitrariedade do acaso.


Que dizer deste livro? Encerra, sem dúvida, uma história marcante, impactante e cheia de acontecimentos e adrenalina. As duas irmãs da história não vão conhecer vidas fáceis, independentemente da pobreza ou da riqueza.
Li este livro há dois meses e só agora escrevo a opinião, mas contudo lembro-me ainda bem desta história. É daquelas que traz tanta coisa, tanto sofrimento que o final até podia ser um bocadinho mais prolongado para podermos gozar a felicidade das protagonistas. Estas vão tendo o seu tempo de antena ao longo da história, tendo as suas histórias alternadas e normalmente com saltos temporais no meio. Uma coisa que me fez confusão foi que quando acontecia algo de mais suspense, a história mudava de irmã e nós só sabíamos resultado disso pelo que era retratado na história da irmã ou por memórias descritas quando voltávamos à personagem em questão. Mas isso não impediu de devorar o livro. Esta é uma história que vale a pena, onde acompanhamos duas irmãs que só se encontram com conhecimento uma da outra (por diversos momentos encontram-se ou ouvem uma da outra sem saber da sua ligação) e cujas vidas bem intensas começam por ser decididas por um atirar de uma moeda ao ar- ou não... descubram isso vocês.

Ainda não leram este livro? Estão à espera de quê?

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Sozinhos na Ilha - Tracey Garvis Graves


Sozinhos na Ilha
On the Island

Tracey Garvis Graves
Livro Único

Edições ASA (2013)
352 páginas

Origem: Biblioteca
7/7 - Adorei. Obra Prima



Uma ilha deserta plena de sol, vegetação luxuriante e mar cristalino é um cenário de sonho. Ou talvez não... Anna Emerson decide quebrar a sua rotina e deixar Chicago para dar aulas numa ilha tropical. Por seu lado, T. J. Callahan só quer voltar a ter uma vida normal após a sua luta contra o cancro. Mas os pais empurram-no para umas férias num destino exótico. Anna e T. J. estão a sobrevoar as ilhas das Maldivas a bordo de um pequeno avião quando o impensável acontece: o aparelho despenha-se no mar infestado de tubarões. Conseguem chegar a uma ilha deserta. Sãos e salvos, festejam e aguardam, convictos de que serão encontrados em breve. Ao início, preocupam-se apenas com a sobrevivência imediata e imaginam como será contar tamanha aventura aos amigos. Nunca a citadina Anna se imaginou a caçar para comer. T. J. dá por si a lutar com um tubarão e a ser acolhido por simpáticos golfinhos. Os dois jovens descobrem-se timidamente e exploram a ilha. Mas à medida que os dias se transformam em semanas, e depois em meses, as hipóteses de serem salvos são cada vez menores. Ambos têm sonhos por cumprir e vidas por retomar, e é cada vez mais difícil evitar a grande questão: conseguirão um dia sair daquela ilha?


Que leitura esta! Já tinha ouvido falar bem desta história, mas nunca pensei vir a gostar tanto dela - normalmente perdidos em ilhas parecem trazer histórias muitos más, dramáticas e tristes e eu não costumo gostar muito porque parece que é inevitável morrerem na ilha. Mas neste (e isto não é spoiler! está em todo o lado) eu sabia que eles um dia iriam conseguir salvar-se.
O facto de saber que neste caso havia esperança ajudou-me na leitura, ajudou-me a suportar com os protagonistas tudo o que eles passavam (sim, porque se a história for bem escrita eu sofro com eles, o que aconteceu neste caso), a sentir com eles o desespero e a inevitável falta de esperança por não serem encontrados durante tanto tempo. Mas felizmente eles não deitam mãos ao ar e lutam para sobreviver, tendo a sorte de várias coisas do avião terem dado àquela costa e de terem encontrado técnicas para encontrar aquilo de que precisavam! A isto (o terem encontrado coisas do avião) tenho que dizer que os ditos cujos também tiveram muita sorte! Mas também se não fosse assim, não iriam sobreviver.
Quando são resgatados as coisas não irão ser um mar de rosas, porque a vida real é muito diferente da passada na ilha - e o que não importava perante a inevitabilidade de ficarem lá a viver para sempre, importa quando regressam às suas vidas normais - estou a falar do envolvimento dos dois, tendo em conta a diferença de idades. Quanto a isto, posso dizer que estive do lado dos dois, e a história ajuda-nos a torcer por eles.
Foi uma excelente leitura, e será certamente uma que irei recordar muitas vezes e com um sorriso. Recomendo plenamente :)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Predestinado - Philippa Gregory


Predestinado
Changeling

Philippa Gregory
Order of Darkness #1

Cilização Editora (2012)
312 páginas

Origem: Biblioteca
5/7 - Gostei



Estamos em 1453 e todos os sinais apontam para que o fim do mundo esteja iminente. Acusado de heresia e expulso do seu mosteiro, Luca Vero, um atraente jovem de 17 anos, é recrutado por um misterioso estranho para registar o fim dos tempos por toda a Europa.
Obedecendo a ordens seladas, Luca é enviado a cartografar os medos da Cristandade e a viajar até à fronteira do bem e do mal. Isolde, de 17 anos, abadessa, está presa num convento para impedir que reclame a sua enorme herança. Quando as freiras ao seu cuidado enlouquecem com estranhas visões, sonambulismo e exibindo estigmas, Luca é enviado para investigar e todas as provas incriminam Isolde.
No pátio do convento constrói-se uma pira para a queimar por bruxaria. Forçados a enfrentar os maiores medos do mundo medieval – magia negra, lobisomens, loucura – Luca e Isolde embarcam numa busca pela verdade, pelo seu próprio destino e até pelo amor, enquanto percorrem os caminhos desconhecidos até à personagem histórica real que defende as fronteiras da Cristandade e detém os segredos da Ordem das Trevas.


Ainda não tinha lido nada da Philippa Gregory que não fosse da história do Reino Unido, pelo que foi com alguma hesitação e curiosidade que peguei neste livro. Por ser apenas baseada numa época e não em personagens reais, a autora teve mais liberdade para escrever este livro, facto que se nota. No entanto a diferença não fez com que eu desgostasse do livro e se, em certos momentos, não me cativou muito, houve outros onde me chamou o interesse a ponto de querer reler essas partes.
É um bom livro, fácil de se ler e com personagens interessantes (que sendo complexas, espero que sejam mais desenvolvidas no futuro) e espero que esta história possa continuar de uma boa forma. Felizmente já temos o segundo livro da trilogia em português, pelo que penso que não tardará a ver como será a continuação.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

2016 Finishing the Series Reading Challenge

Em 2014 resolvi aderir a um desafio fora do Goodreads e que me iria motivar a acabar séries, o 2014 Finishing the Series Reading Challenge. A coisa deu resultado e este ano resolvi voltar a aderir a este desafio. 




Desta vez o desafio terá como anfitrião o blog Bea's Book Nook e terá quatro níveis ao invés de três. São eles:

Nível 1 - Leitor de Séries Novato - Completar 1 série/saga.
Nível 2 - "Testando as águas" - Completar 2 a 4 séries.
Nível 3 - Leitor de Séries Experiente - Completar 3 a 6 séries.
Nível 4 - Especialista na Arte de Ler Séries (esta foi uma tradução muito livre) - Completar 7 ou mais séries. 

Para já, vou ficar-me pelo nível 4! Isto é que é ser ambiciosa! Mas pus-me a fazer contas às séries que acho que consigo acabar este ano ou por estarem na minha estante ou acessíveis nas bibliotecas que frequento e já vou em oito... Vamos lá ver se me aguento :P
Vou contar também os livros que comecei a ler logo no início de 2016, já que a ideia de me inscrever neste desafio começou logo nessa altura, mas só agora tive oportunidade de fazer este post.

Para o desafio vale qualquer série até ao último livro editado até ao momento (para mim, será em português, enquanto não me desafio a ler em inglês) e vou partir dos livros que tenho na minha estante para ver também se acabo com aqueles que tenho por ler. As séries que vou então propor-me a acabar são as seguintes:


Divergente de Veronica Roth
  • Convergente

A Saga das Pedras Mágicas de Sandra Carvalho
  • O Círculo do Medo
  • Os Três Reinos
  • A Sacerdotisa dos Penhascos
  • O Filho do Dragão
  • Sombras da Noite Branca

Bridgertons de Julia Quinn
  • A Bela e o Vilão
  • Aquele Beijo

Predadores da Noite de Sherrilyn Kenyon 
  • Guerreiro dos Sonhos

A Selecção  de Kiera Cass
  • A Elite
  • A Escolha

Caster Chronicles de Kami Garcia e Margaret Stohl
  • Redenção Maravilhosa

Fever de Karen Marie Moning
  • Sublime Sedução

Princesas de Nova Iorque de Anna Godbersen
  • Rumores
  • Paixões Secretas


Para já são estas e se as conseguir completar já é muito bom, é sinal de um bom ano de leituras.
Quais são os vossos desafios para 2016? Querem-se inscrever comigo neste?
Boas leituras! :)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Leituras 2016

Esta é a lista de livros que vou lendo ao longo de 2016. Há medida que for colocando as opiniões no blog, este post será actualizado com os links.
Boas leituras!

Janeiro
1. Noite Silenciosa - Sherrilyn Kenyon - 5
2. Maquilhagem Real para Mulheres Reais - Inês Mocho - 2

Leituras 2015

As leituras de 2015 já passaram, mas há que ter um post actualizado com as opiniões listadas. Há medida que as for colocando no blog, irei colocar cá os links.
Boas leituras!


Janeiro
1. Amanhecer ao Luar - Jude Deveraux - 6
2. Hora do Feitiço - Nora Roberts - 5.5
3. O Festim dos Corvos - George R. R. Martin - 4

Fevereiro
4. Sombras da Noite - Andrea Cremer - 5
5. Rosa de Inverno - Nora Roberts - 5
6. O Novo, Incrível, Definitivo, Arrebatador, Estrondoso, Monumental e Titânico Livro d'O Homem Que Mordeu o Cão - Nuno Markl - 5

Março
7. Se a Enfermagem falasse... - Rodrigo Martins - 5
8. Predestinado - Philippa Gregory - 5
9. Sozinhos na Ilha - Tracey Garvis Graves - 7
10. Menina Rica, Menina Pobre - Joanna Rees - 5
11. A Selecção - Kiera Cass - 5
12. O Amor da Tua Vida - Cecelia Ahern - 5
13. Divergente - Veronica Roth - 6

Abril
14. Acasos do Amor - Juliette Fay - 4
15. A Filha da Minha Melhor Amiga - Dorothy Koomson - 5

Maio
16. Estarás Sempre Comigo - Anna McPartlin - 5
17. Para Sempre - Nora Roberts - 5
18. Em Sonhos - Nora Roberts - 5
19. Enfeitiçado - Nora Roberts - 5
20. Os Jogos da Fome - Suzanne Collins - 6

Junho
21. Em Chamas - Suzanne Collins - 6
22. A Revolta - Suzanne Collins - 6
23. Percy Jackson e os Ladrões do Olimpo - Rick Riordan - 5.5

Julho
24. Amor Verdadeiro - Jude Deveraux - 6
25. Tudo o Que Ficou Para Trás - Nora Roberts - 6

Agosto
26. Caos Maravilhoso - Kami Garcia & Margaret Stohl - 6

Setembro
27. Começar de Novo - Nora Roberts - 6
28. O Trio da Dama Negra - Irene Adler
29. Casper - O Gato Viajante - 4

Outubro
30. Doce Vingança - Jill Mansell - 6
31. As Gémeas - Skia Sarginson - 2

Novembro
32. Juro Dizer a Verdade, Toda a Verdade e Nem Sempre a Verdade - Ally Carter - 4

Dezembro
33. O Outro Amor da Vida Dele - Dorothy Koomson - 4
34. Para Sir Phillip, Com Amor - Julia Quinn - 6
35. Insurgente - Veronica Roth - 7

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Se a Enfermagem falasse... - Rodrigo Martins Cardoso



Se a Enfermagem Falasse...


Rodrigo Martins Cardoso
Livro Único


Createspace (2014)
342 páginas

Origem: Emprestado
5/7 - Gostei



Qual é o contributo dos enfermeiros para a saúde dos cidadãos? Que valor é que estes incrementam na economia e no desenvolvimento das sociedades contemporâneas? Que imagem devem transmitir? Como dar a conhecer a profissão aos outros? Pensa que já sabe tudo sobre aqueles que promovem a saúde, mitigam o sofrimento e podem vir a salvar a sua vida? Abandone todos os preconceitos e aceite o que a Enfermagem tem para lhe dizer! "Se a Enfermagem Falasse" resulta da compilação de reflexões levadas a cabo nos últimos dois anos, suportadas pela evidência científica, discussão com peritos e pela produção noticiosa nacional e internacional. Está escrito sob a forma de textos individuais, estimulantes e inéditos: o leitor poderá descobrir novos temas à medida que explora a obra, evitando as convencionais exposições teóricas. A leitura deste livro revelar-se-á uma experiência surpreendente, na qual será confrontado com refrescantes e controversas ideias sobre a profissão! Esta é uma obra indispensável e apelativa, tanto para aqueles que desejam conhecer a Enfermagem como para os que comunicam o seu valor e importância. A sua leitura é extremamente útil para: 
ENFERMEIROS: Interaja com os media e modifique a imagem da profissão; 
ESTUDANTES de ENFERMAGEM: Conheça a realidade da prestação de cuidados; 
INVESTIGADORES e PROFESSORES: Treine o seu discurso e abrace novas áreas de pesquisa; 
OUTROS PROFISSIONAIS de SAÚDE: Compreenda a Enfermagem e trabalhe melhor em equipa; 
GESTORES e POLÍTICOS: Descubra o potencial oculto da profissão e desenvolva-o; 
Todos os UTILIZADORES de SERVIÇOS de SAÚDE e SEUS FAMILIARES: Conheça o contributo da Enfermagem para o bem-estar da sua comunidade e informe-se sobre os cuidados a que tem direito.


Esta foi uma leitura longa mas que no final valeu a pena. Durante toda a minha vida só tive contacto com enfermeiros na altura em que ia às vacinas. Até ao momento em que fico uma semana inteira no hospital para fazer exames e aí, rodeada por certos técnicos e vários enfermeiros, fico com vergonha de não saber quem é quem (se técnico se enfermeiro) se bem que a sua presença e cuidado me tivessem marcado e tornado aquela semana uma boa semana de suportar.
Foi aí então, que abri os olhos para esta profissão e que surgiu o interesse de ler este livro quando ouvi falar dele. Os enfermeiros são, efectivamente, úteis à sociedade, mas não sabia o quanto. Este livro é, sem dúvidas, um abre olhos para muitas pessoas. Acho que qualquer um deveria ler um excerto dele. Na sua totalidade acaba por ser um livro muito mais direccionado para os enfermeiros e para o que estes podem fazer para dar a conhecer a sua profissão, os seus conhecimentos e para que seja dado mais valor ao seu trabalho. Mas ao cidadão comum só faria bem ler alguns excertos do livro, de modo a saber dar esse devido valor a quem muito pode fazer para nos salvar a vida.