quarta-feira, 6 de abril de 2011

És capaz de guardar um segredo? - Sophie Kinsella


Emma é uma rapariga como outra qualquer. Tem os seus pequenos segredos...
Da mãe:
- "Perdi a virgindade no quarto de hóspedes, com o Danny Nussbaum, enquanto a minha mãe e o meu pai estavam no andar de baixo a ver o Ben Hur."
Do namorado:
- "Peso 59 quilos em vez de 53, como pensa o meu namorado."
- "Sempre achei que o Connor se parece um bocado com o Ken. O Ken da Barbie"
Das Colegas: 
- "Quando a minha colega Artemis me irrita, deito sumo de laranja na planta dela. (O que acontece praticamente todos os dias.)
- "Fui eu quem encravou a fotocopiadora, naquele dia. E em todos os outros também.";
Segredos que não partilha com mais ninguém neste mundo...
- "As cuecas de fio dental magoam-me";
- "Falsifiquei a nota de matemática no meu CV" 
- "Não faço a mais pequena ideia do que significa a sigla NATO. Nem sequer sei o que é"
... até ao dia em que os confessa tudo a um estranho num avião. Pelo menos, pensava que era um estranho...


Tendo encontrado este livro na biblioteca e conhecendo tão bem a escrita da autora, não pude deixar de ler este livro.
Este livro fala de Emma, uma rapariga com muitos segredos, como conta a sinopse, embora a sinopse não os inclua todos. Os segredos que Emma conta a um estranho no avião existem em cada área da sua vida. Desde família, trabalho, namorado, amigas… E pensar que este estranho afinal não é estranho e vai dar uma grande reviravolta na sua vida. Emma nunca mais vai ser a mesma depois desta viagem de avião. Emma tem muitas situações para resolver e divertirmo-nos a ver a sua vida desenrolar.
Este livro dá para soltar algumas gargalhadas, embora não o ache tão bom como os outros livros da escritora. Ainda assim é um bom livro com um boa história, à espera de revelar os seus segredos. :)

7/10 (Classificação de 2010)

2 comentários:

  1. Gostei muito deste livro. Acho que foi o segundo que li da autora depois do Louca Por Compras. Delicio-me completamente com os livros dela e com certeza dou altas gargalhada com eles.
    É sem dúvida uma leitura descontraída :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Visão Periférica!
      Com a Sophie Kinsella é impossível não rir! É mesmo aconselhado para descontrair.
      Já leste A Fada do Lar? É também um bom livro dela :)
      Beijinho

      Eliminar