quarta-feira, 2 de maio de 2012

Refém do Amor - Nora Roberts


Phoebe MacNamara é uma das melhores negociadoras de reféns da cidade, e a sua última missão consiste em impedir um suicida de saltar do topo de um edifício pertencente a Duncan Smith. Impressionado pela coragem e frieza da jovem, Duncan sente-se intrigado por Phoebe e tenta desarmá-la com o seu charme, convidando-a para uma bebida. Como mãe solteira e mulher a tentar construir uma carreira num mundo dominado por homens, Phoebe não tem tempo na sua vida para romance, mas nem todas as suas habilidades como negociadora conseguem convencer Duncan a desistir dela. E quando Phoebe se torna alvo de um assassino psicopata desejoso de destruir a sua vida profissional e pessoal, Duncan poderá ser o homem que Phoebe quer a seu lado. 


Mais um livro de Nora Roberts que gostei. Um bom entretenimento, uma boa história. Um romance com policial, não um policial com romance - ao contrário da série que escreve enquanto J.D.Robb.
Adorei a personagem de Duncan e da sua família; ah Ma Bee, apesar de apareceres pouco deu para gostar muito de ti mulher!
Peço desculpa mas não vou dizer acerca da história. A sinopse é clara, e não gosto de espalhar spoilers. É uma história que gostei, rendeu bons momentos e deu prazer em ler.
No entanto fiquei um bocado chocada, não, chocada é um termo forte. Digamos que fiquei desiludida. A maneira como acabou a história fez-me pensar: será que a escritora se esqueceu de escrever ou mandar o último capítulo ao editor? E digo isto, porque apesar de a história acabar bem naquele ponto, acho que deveria ser desenvolvida um capítulo para nos situar quanto ao resto do enredo. Passo a explicar melhor: adorei as personagens da história, mas fiquei desiludida pela pouca importância dada ao enredo que não os protagonistas. Gostava que as histórias das personagens secundárias fosse mais desenvolvida. No mínimo, um capítulo final, um Epílogo em que desse para ver o destino final de certas personagens. A meu ver, a escritora falhou nesse ponto, porque imaginou personagens adoráveis, algumas com história que poderia ter sido melhor desenvolvida. Foi dada demasiada importância ao casal protagonista. Podem agora dizer-me que para alguma coisa aquele é o casal protagonista, mas o(s) protagonista(s) não perde(m) importância por haver desenvolvimento da história das personagens secundárias.
Bem não me vou alongar mais, o que queria dizer acerca do livro, já disse. Apesar deste ponto em falta, é um livro que vale a pena ler, sobretudo para quem gosta de romance, porque como já disse, isto é um romance cm policial e não um policial com romance. Para quem é fã de Nora Roberts, a questão de ler o livro nem se põe :) 
5,5/7 - Gostei muito

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá Tatiane! Eu requisitei este livro numa biblioteca. Não sei onde baixar pela internet.
      Beijinho

      Eliminar