terça-feira, 11 de setembro de 2012

A Paixão - Nicole Jordan


Para evitar casar-se com um homem com o dobro de sua idade, Lady Aurora Demming viaja, com o seu primo, para as colónias. Ali conhece Nicholas Sabine, capitão de um navio acusado de traição e pirataria que foi condenado a morrer na forca no dia seguinte. No primeiro momento que vê os seus olhos, tenta salvá-lo, embora pouco possa fazer na sua posição. Mas Nicholas a deixará assombrada quando a pede um estranho favor: que se case com ele, para ser sua viúva, e cuidar da sua irmã mais nova já que, no momento em que o executarem, ficará sem ninguém que para a cuidar. Aurora aceita, em parte intrigada por este homem e em parte para poder evitar o casamento arrumado. Mas esta união não só é um acordo, precisa se consumar para evitar que possa ser anulado. Assim ambos serão marido e mulher durante um dia… E uma gloriosa noite. Uma vez viúva, Aurora retorna a Londres com a irmã de Nicholas sob seu cuidado, a fortuna que herdou do seu falecido marido e um monte de lembranças da noite que passaram juntos. Mas o que ninguém sabe é que Nicholas não morreu. Com a ajuda do primo de Aurora conseguiu evitar a forca e esconder-se. Agora, regressado, insistirá para que Aurora honre seus votos… Atormentando-a nos seus sonhos com promessas de um desejo proibido.

Bem, não sei o que dizer desta história.
Ao princípio, a sinopse parece prometer e a própria história também. Desde o casamento de Aurora com Nicholas à "morte" dele, o choque por este afinal estar vivo, as tentativas de fazer desabrochar Aurora por parte de Nicholas... até aqui tudo bem. Até ao momento em que a única coisa que eles fazem é fornicar como coelhos. A resposta para tudo é fornicar como coelhos. Opá, tudo bem que a história flui bem com algumas cenas de sexo, mas a partir do momento em que (quase) tudo se resume a isso... Eu estava gostar da história e fui gostando até ao fim, mas confesso que havia partes em que estava farta de mais do mesmo.
Resumindo, é uma boa história, um bom romance, com ligações ao romance anterior, A Sedução, e ao(s) posterior(es), mas na minha opinião, podia ser mais aprofundado, podia ser menos repetitivo nalgumas situações.
4/7 - Gostei mas tenho reservas

Sem comentários:

Enviar um comentário