terça-feira, 4 de setembro de 2012

A pensar em ti - Jill Mansell


Quando a filha única de Ginny Holland sai de casa para ir para a universidade, Ginny fica desesperadamente sozinha. Com um divórcio amigável para trás, quer começar de novo e preencher as horas solitárias sem a filha. Infelizmente, o primeiro homem que Ginny pensa ter ficado atraído por ela, acusa-a de tentar roubar um pavão de cerâmica que ela se esquecera que tinha na mão ao sair da loja. Decidida a conhecer pessoas novas, aluga um dos quartos da sua casa, mas o que consegue é a companhia de Laurel, uma mulher que só fala do ex-namorado. Para piorar as coisas, quando Ginny arranja um emprego num restaurante, descobre que o novo patrão é o mesmo que a acusou de roubar na loja. Será que as coisas ainda podiam ficar pior?Claro que sim! É que a sua filha, ainda a aprender a viver sozinha, acaba de cometer uma grande asneira e perder a melhor amiga. E, mais uma vez, vai ter de ser a mãe a resolver tudo!

Este foi um livro que olhava para ele, lia o título e pensava que já o tinha lido. Ora há pouco tempo peguei nele, li a sinopse e percebi que realmente não o tinha lido. E que perda seria! Este foi um dos livros de Jill Mansell que mais mais fez rir.
No principio da história, Ginny sofre algumas perdas e alguns momentos mais humilhantes. No entanto, no decorrer da história, vai passando por situações mais alegres, onde vamos dando algumas gargalhadas bem dadas, que não poderiam ser evitadas.
É um livro com uma boa história, boas personagens, e com momentos de chorar a rir. Foi um dos livros da escritora que mais me fez rir. Tem situações realmente hilariantes.
Recomendo a quem deseja uma leitura mais leve, a quem queira dar uma boa risada, e a quem goste de algum romance. Jill Mansell é perita em histórias assim :)
6/7 - Gostei bastante

2 comentários:

  1. olá Sara!já li um livro da Jill Mansell e foi o suficiente para me convercer.gostei muito :)
    beijinhos pra ti

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carol! Comigo aconteceu o mesmo! O livro "Resistir ao Amor" fez o mesmo comigo; a partir dessa leitura não pude esquecer a escrita de Jill Mansell :)
      Beijinho

      Eliminar