sábado, 8 de setembro de 2012

Herança - Christopher Paolini



It began with Eragon.... [Começou com Eragon...]
It ends with Inheritance. [Acaba com Herança.]

Há pouco tempo atrás, Eragon - Aniquilador de Espectros, Cavaleiro de Dragão - não era mais que um pobre rapaz fazendeiro, e o seu dragão, Safira, era apenas uma pedra azul na floresta. Agora o destino de toda uma sociedade pesa sobre os seus ombros. Longos meses de treinos e batalhas trouxeram esperança e vitórias, bem como perdas de partir o coração. Ainda assim, a derradeira batalha aguarda-os, onde terão de confrontar Galbatorix. E, quando o fizerem, têm de ser suficientemente fortes para o derrotar. São os únicos que o podem conseguir. Não existem segundas tentativas. O Cavaleiro e o seu Dragão chegaram até onde ninguém acreditava ser possível. Mas serão capazes de vencer o rei tirano e restaurar a justiça em Alagaësia? Se sim, a que custo? Este é o final da Saga da Herança, muito aguardado em todo o mundo por uma legião de fãs ansiosos.

Estou a escrever esta opinião um dia depois de ter acabado o livro... Acabei ontem o livro e a minha mente ainda está povoada de certas cenas dele.
O Ciclo da Herança acompanha-me já à uns valentes anos. Lembro-me de ter pegado num livrito fininho que continha o inicio de Eragon e de A Filha dos Mundos (Trilogia "O Ceptro de Aerzis" de Inês Botelho), andava ainda no 2º ou 3º ciclo e ter devorado estes livros logo que lhes deitei a mão. E não me arrependo nada porque apesar de diferentes, foram duas séries que adorei ler.
Para ler este livro, tive de voltar a pegar nos anteriores para relembrar a história. Eragon e Eldest estavam bem presentes pois reli-os inúmeras vezes, o Brisingr nem tanto - acho que só o tinha lido uma vez. Reli-os então, os 3 quase seguidos, para estar preparada para ler o último da tetralogia, para saber o fim que reservava Eragon, Saphira, Arya, Roran, Murtagh e Thorn, Nasuada, e claro, como não podia deixar de ser, Galbatorix.
Foi um livro cheio de emoções, onde nenhuma derrota ou vitória eram asseguradas e muitas vezes quando pensávamos que iriam ser derrotados, eram vencedores e vice-versa. Há muitas revelações e certos mistérios deixados em aberto. Muita coisa acontece ou não fosse este livro de 836 páginas. Finalmente li o fim de um ciclo que me acompanhou durante anos. Depois de tanto tempo de especulação, soube o fim das personagens. Ainda ontem acabei e já me sinto nostálgica. Foi sem dúvida um livro que adorei ler e uma série que adorei seguir!
É uma história que vale a pena ler, e decerto que foi/é um deleite para os seus fãs que esperaram pelo desenvolvimento da história tanto tempo! Para quem nunca leu, recomendo. É uma história bem comprida, com muita imaginação, muita coisa nova, muito bem escrita, notando-se a evolução da escrita de Christoper Paolini e da complexidade da história. [Mas, por favor, não sintam a tentação de ver a tentativa de colocar Eragon em filme. Apesar de na altura eu ter gostado, reconheço agora que foi muito mal feita - e a história difere muito do original.] Uma série a assinalar no mundo da história fantástica!

Durante estes anos todos, andei em dúvida se haveria de comprar esta série. Era uma história que gostava, mas também há tantos livros que gosto e que não tenho oportunidade de comprar... mas "Herança" ajudou-me a decidir. Agora que acabei de ler o livro, ando sempre a pensar na história. E não ia conseguir estar muito tempo sem poder folhear um dos livros do Ciclo e ler certas passagens. Portanto, quando puder, o Ciclo da Herança virá ter à minha prateleira :)
7/7 - Adorei. Obra Prima!

Sem comentários:

Enviar um comentário