sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Fumo Azul - Nora Roberts

Fumo Azul

O incêndio que destruiu o negócio da família da jovem Reena Hale mudou a sua vida para sempre. Vizinhos e amigos ajudaram os Hale a reconstruir o que perderam, mas ao testemunhar a beleza destruidora do fogo, Reena decide dedicar-lhe a sua vida. Mas ela não é a única a sentir-se fascinada pelas chamas. Há mais alguém seduzido por esse poder, alguém obcecado não só em conquistar o fogo, mas em o usar para uma vingança brutal.
Quando a jovem realiza o sonho de se tornar bombeira, descobre que é o maior desafio que alguma vez viveu… com excepção da sua vida amorosa, claro. Até que conhece Bo Goodnight. Ele é diferente e, agora que encontrou Reena, não a quer deixar ir. Infelizmente há outro homem interessado nela. Alguém que a persegue com uma série de crimes horrendos. E enquanto Reena tenta localizar a origem de tanto ódio contra si, terá que enfrentar um inferno, mil vezes pior do que o fogo.


[Pensamentos durante a leitura]
  • "Neste livro Nora Roberts apresenta-nos uma realidade bem diferente.... estou a gostar. E os protagonistas ainda não se conhecem... Aliás, ainda pouco sei sobre o Bo."
  • "Estou a gostar muito da parte do romance. Esta história tem sido tão diferente do que a Nora Roberts nos habituou nos seus romances. Mas estou a gostar e muito da diferença :)"

Como disse enquanto lia este livro, ele é bem diferente do que Nora Roberts nos habitou, em muitos sentidos.
Esta é uma história forte centrada numa família unida, num amor indestrutível e inesquecível mas também na vingança, no fogo, na loucura.
Reena Hale é a protagonista que deixou de ser criança no mesmo dia em que um incêndio destrói o Sirico's - um negócio de família, mas que também faz parte da família. Este incêndio parece ser apenas uma pequena vingança - mas é um ponto de viragem para duas pessoas que nunca esquecerão o poder intenso do fogo e que lhe dedicarão a sua vida.
Ao longo do livro vamos acompanhando Reena e a sua caminhada para ser polícia dedicada aos incêndios, pontuada por alguns momentos trágicos, mas também vamos conhecendo o vilão nas breves passagens que ele narra. Nisto vamos acompanhando também os frustrados encontros de Bo com Reena. O romance entre estes dois é qualquer coisa de diferente, é um dos pontos que diferencia este livro de todos os outros. Neste livro vemos várias formas de romance, e romance entre Bo e Reena nem é dos mais desenvolvidos face ao que estamos habituados quando lemos Nora Roberts mas é bonito ver como Bo equilibra Reena e como se completam.
Há momentos bastante engraçados, outros comoventes, todos envolvendo a família de Reena, constituída por italianos, irlandeses e até uma asiática (chinesa? não me lembro qual a sua nacionalidade) numa família bastante unida (e grande!).
Quanto ao vilão, posso dizer que não me vou esquecer dele. Na sua loucura, frieza, vingança, o que lhe queiram chamar, é capaz dos crimes mais vis, que confesso, custou-me ler. A princípio apenas podemos suspeitar de quem é, mas é fácil descobrir a sua identidade antes de Reena o fazer. Só posso dizer que este teve o fim que mereceu, num final muito comprido, muito trágico e violento à sua conta.
Aqui o fogo é protagonista. Contudo apesar de "onde há fumo, há fogo" não consegui perceber o título do livro. Por vezes pensava nisso enquanto lia o livro e esperava encontrar o seu significado mais à frente, mas não o encontrei. Ou posso ter passado por ele e não reparar. Não sei.
Enfim, resumindo, é um excelente livro para se ler, para os fãs de Nora Roberts nem se fala (têm de o ler!!!), mas venham preparados, é uma leitura forte :)

6/7 - Gostei bastante

2 comentários:

  1. Vai ser dos próximos que vou ler :D

    Estou muito interessada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristiana! Não te vais arrepender. É dos melhores de Nora Roberts :)
      Beijinho

      Eliminar