terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Em Stand-by... Memórias Esquecidas de Jodi Picoult

Memórias Esquecidas

Delia Hopkins foi criada na zona rural de New Hampshire pelo seu pai, viúvo há 30 anos. Tem uma filha pequena, um noivo atraente e uma cadela Bloodhound que a ajuda no seu trabalho – encontrar pessoas desaparecidas. Enquanto trata dos preparativos para o casamento, Delia encontra fotografias antigas de pessoas e lugares de que não se consegue lembrar, embora lhe sejam familiares. Confusa, começa a ter flashbacks de memórias esquecidas de uma vida que não se lembra de ter vivido. Quando começa a interrogar o pai acerca das suas memórias confusas, este é preso por ter raptado a filha aos 4 anos. Andrew confessa ter fugido com Delia (na altura chamada Bethany) e ter começado uma nova vida longe da sua mulher. A vida de Delia fica virada de pernas para o ar. Como é que ela pode recuperar um passado que nunca teve?

Não é normal eu desinteressar-me por um livro a ponto de não o querer ler neste momento. E muito menos por um livro da Jodi Picoult, que até gosto, apesar de não ser uma das minhas escritoras favoritas. Mas desta vez, tive mesmo de desistir porque de cada vez que pegava no livro era um esforço fazê-lo. Era um esforço ler, e eu não quero ler por obrigação. Ler é um prazer, um hobbie, e eu prefiro deixar este livro para uma próxima vez, uma próxima vez que me talvez me leve a encará-lo com outros olhos. Por enquanto este livro vai para a biblioteca, que já não vê há uns meses (e lá vou eu ficar com o cartão bloqueado outros tantos) e fica à espera que eu tenha vontade de o ler. Fica em stand-by na esperança que um dia tenha vontade de o ler. Porque ele até é bom. Tal como todos os livros de Jodi Picoult tem uma premissa polémica, que nos deixa sem saber que lado tomar, ora damos razão a um ora a outro. É um bom livro. Fica para uma próxima...

2 comentários:

  1. Foi o livro que acabei de ler e li-o bem rápido. Adorei e como disseste é mais um da Jodi que nos deixa divididos.
    Mas parei outro para começar este, porque me estava a custar ler. "Visto da Lua" de Alice Sebold, li o "Visto da Lua" há alguns anos e quando encontrei este na Biblioteca decidi traze-lo. Agora estou a ler o "19 Minutos" da Jodi (é a minha autora do momento, especialmente porque entre biblioteca e amigos arranjei vários dela), e o outro lá ficou pendurado mais uns dias. Vamos ver se vai na próxima, se não vai é de volta para a biblio...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filomena! Realmente há vezes que um livro não nos calha bem, não porque não seja bom, mas porque não temos disposição para o ler. Boas leituras! :)
      Beijinho

      Eliminar