segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Relendo... Levado Pelo Mar de Nora Roberts II

Levado pelo Mar (A Saga da Baía de Chesapeake #1)

Levado pelo Mar conta a história de três irmãos, Cameron, Ethan e Philip, antigos jovens delinquentes adoptados por Raymond e Stella Quinn. Os irmãs são tão diferentes uns dos outros quanto é possível, mas têm em comum um imenso amor pelo casal que os adoptou e criou. Agora, adultos e por conta própria, têm de voltar à casa da família para honrar o último pedido do pai...
Campeão de corridas de barcos, Cameron Quinn viajou pelo mundo esbanjando as suas vitórias em champanhe e mulheres.
Mas quando na hora da morte o pai o chama para cuidar de Seth, um jovem problemático como ele já fora um dia, a sua vida dá uma reviravolta. Depois de anos de independência, Cameron tem de reaprender a viver com os irmãos, enquanto luta para cozinhar, limpar e cuidar de um rapaz complicado.
Antigas rivalidades e novos ressentimentos despertam entre os irmãos, mas tudo terão de fazer para que Seth não saia prejudicado. Pois no final, será uma assistente social que decidirá o destino de Seth e, tão dura quanto bonita, ela tem o poder de unir os Quinn... ou de os separar para sempre.


Mais uma vez fiquei arrebatada por esta história. É fantástico ver como os irmãos Quinn se relacionam e como se unem prontos a defender a honra do pai e proteger o irmão mais novo que este lhes deixou.
Cada livro fala de um irmão em particular, apesar de termos sempre os quatro presentes. Neste conhecemos Cam, um adepto de corridas, de riscos. Conhecemos o seu passado, como chegou à família Quinn, e percebemos como o amor desta família pôde mudar Cam para uma pessoa muito melhor.
Conhecemos também Anne, oriunda de uma família... tentem adivinhar? Não, não é irlandesa, logo só pode ser... italiana, claro! Anne é a assistente social que vai decidir se a vida de Seth continua com os Quinn ou não. Anne é uma pessoa com um passado duro mas que conseguiu ultrapassar e devido a isso sabe ajudar os Quinn como muitos não podem.
Estes dois vão-nos dar momentos muito doces, muito arrebatadores. Claro que é um romance apressado, muito rápido, é pena que em livros assim o romance tenha que ser desta forma, mas não deixa de ser bonito.
A relação entre Cam e Seth é um dos pontos fortes do livro. Fornece-nos momentos lindos, alguns de muita emoção, é bonito ver como ambos acabam por gostar um do outro, como irmãos verdadeiros.
Este livro é um excelente início para a tetralogia que anseio por continuar a ler. Recomendo vivamente :)

6/7 - Gostei bastante

Sem comentários:

Enviar um comentário