sexta-feira, 15 de março de 2013

As Dez Figuras Negras - Agatha Christie

As Dez Figuras Negras

Dez desconhecidos, que aparentemente nada têm em comum, são atraídos pelo enigmático U. N. Owen a uma mansão situada numa ilha da costa de Devon. Durante o jantar, a voz do anfitrião invisível acusa cada um dos convidados de esconder um segredo terrível, e nessa mesma noite um deles é assassinado.
A tensão aumenta à medida que os sobreviventes se apercebem de que não só o assassino está entre eles como se prepara para ir atacando uma e outra vez…
O que se segue é uma obra-prima de terror. À medida que cada um dos hóspedes é brutalmente assassinado, as suas mortes vão sendo “celebradas” através do desaparecimento de uma de dez estátuas, as “dez figuras negras”.
Restará alguém para um dia contar o que de facto se passou naquela ilha?


Após muitas reticências da minha parte, mas muitos incentivos por parte de várias pessoas (Obrigada!), lá me decidi a ler As Dez Figuras Negras. Porquê tanta reticência? Porque a sinopse apontava para uma história sombria, talvez um clima de terror e eu não sou fã, é um género que prefiro não ler. Mas houve muita gente que me assegurou que o livro não era muito desse género, que era dos melhores de Agatha Christie e pronto, lá fui ler o livro sem tanta hesitação.
A verdade é que têm razão. É uma história incrivelmente bem pensada, em que as personagens vão morrendo pouco a pouco, tal como a lengalenga presente nos quartos dos hóspedes diz. Mas para além destes hóspedes, não há mais ninguém na ilha. E de cada vez que alguém aparece morto, uma figura negra desaparece da sala de estar/jantar. Ou seja, o assassino faz parte dos fez hóspedes da ilha. Mas quem será?
Confesso que por mais que pensasse não chegaria lá. As mortes vão acontecendo, o leque de suspeitos vai diminuindo, mas nunca consegui lá chegar. E a maneira como se chega ao autor dos crimes... fascinante e completamente imprevisível. É realmente uma obra que só Agatha Christie poderia escrever.
Mas, porquê as 4 estrelas (GD)? Confesso que apesar de reconhecer que a história está incrivelmente bem escrita, não se insere nos meus favoritos, há livros que se inserem muito mais nos meus gostos, daí ter que diferenciar este e dar-lhe apenas 4 estrelas. Espero que compreendam.

5/7 - Gostei

6 comentários:

  1. Oui, je compreendo :)

    Fico feliz por teres gostado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Catarina! Obrigada pela compreensão :) Realmente foi bom sair um pouco da minha área de conforto. Tenho que o fazer mais vezes...
      Beijinho

      Eliminar
  2. Claro que compreendo, não é o teu género e provavelmente houve outros livros que te marcaram muito mais! :)
    Mas ainda bem que alargaste os teus horizontes literários, escolheste um excelente livro para o fazer :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mónica! É exactamente por isso que dei apenas 4 estrelas ao livro. E é impressionante que no livro que li a seguir, aconteceu exactamente o mesmo - dei apenas 4 estrelas porque o livro que vinha a seguir é daqueles que já li e reli e me marcou mesmo, logo tinha que haver uma diferença na classificação. Às vezes temos que ser injustos para uns livros para sermos justos com aqueles que gostamos mesmo...
      Obrigada pela sugestão :)
      Beijinho

      Eliminar
  3. Este é dos meus livros favoritos. Percebo porque é que não gostaste mais, mas também fico com alguma pena! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filipa! Pois, é realmente um livro muito bom, mas devido aos meus gostos,não ficou nos favoritos. Mas entendo por que é que está nos favoritos de tanta gente! :)
      Beijinho

      Eliminar