quarta-feira, 13 de março de 2013

Marés Altas - Nora Roberts

Marés Altas (A Saga da Baía de Chesapeake #2)

Esta é a história de três irmãos que regressam a casa para honrar o último pedido do seu pai: tratar e educar Seth, um rapaz problemático que precisa urgentemente de uma família. Mas regressar a casa vai ensinar aos três irmãos mais do que alguma vez sonharam sobre o verdadeiro significado da família.
Dos três homens, Ethan era o que partilhava com o pai o amor pela costa de Maryland. E agora que o pai partiu para sempre, Ethan está determinado em fazer do negócio da família – a construção artesanal de barcos – um sucesso.
Mas talvez esse nem seja o seu maior desafio... É que para além de Seth precisar de si mais do que nunca, há uma mulher que Ethan sempre amou mas nunca acreditou poder possuir. Conseguirá Ethan enfrentar um passado doloroso para criar o futuro com que sempre sonhou?


Marés Altas, sendo o segundo livro da tetralogia, fala de Ethan, o segundo rapaz/homem a ser acolhido pelos Quinn.
Neste livro conhecemo-lo muito melhor, os seus sentimentos, os seus receios, as suas paixões, bem como o seu passado que teima em impedir que Ethan desfrute do amor da sua vida - Grace.
Grace é uma mãe solteira de uma menina doce e encantadora, Aubrey. Esta trabalha em tudo o que é sítio: num bar como empregada de mesa e faz limpezas em muitas casas, incluindo a dos Quinn.
Estes dois amam-se há anos. O problema é que nenhum deles sabe o que o outro sente. E então andamos nesta roda viva, em que ambos tentam negar o que sentem, tentam impedir que o outro reconheça os seus sentimentos, mas finalmente acabam por cair nos braços um do outro. Mas nem tudo é um mar de rosas, e eles vão ter que batalhar um bom bocado e um com o outro.
A par deste romance delicioso, temos o desenvolvimento da relação de Seth com os seus irmãos adoptivos, nomeadamente no seu relacionamento com Ethan. Cada um dos irmãos vai reconhecendo em Seth algumas das suas características e vão com ele constituir laços fortes, uma família verdadeira.
Esta é uma parte da história dos Quinn, uma história que estou desejosa de continuar a seguir, porque é uma história enternecedora, romântica, que nos mostra que os laços familiares são mais fortes que os de sangue, e que o amor (romântico, fraterno, etc) pode vencer tudo. Recomendo totalmente :)

6/7 - Gostei bastante

2 comentários: