segunda-feira, 29 de julho de 2013

Sonhos Encantados - Barbara Bretton

Sonhos Encantados (Sugar Maple #3)

Não sei o que acontece convosco, mas eu ando sempre a perder coisas - as chaves, os óculos de sol e os marcadores da camisola que estou a fazer. Mas uma vila inteira? Nunca me aconteceu tal coisa! Precisamente quando estava prestes a construir um lar com a minha alma gémea cem por cento humana, Luke MacKenzie, a fada Isadora, minha inimiga, atacou...
Até o Livro dos Feitiços, a minha ligação vital com o mundo da magia, desapareceu em combate, a par dos meus amigos, da minha casa e da minha loja de artigos de tricô. Mas depois a minha amiga Janice aparece com a gata Penny e a minha lã. De repente, percebo que, se quiser salvar a minha casa, teremos de voltar a Salem, onde segredos de família e ódios seculares me empurrarão para o combate da minha vida...
Em Sonhos Encantados, Barbara Bretton continua a saga iniciada em Feitiços de Amor e A Magia do Amor.


Para quem já leu os livros anteriores desta saga e aprendeu que esta saga é leve, de onde não se deve esperar complexidade ou muito sentido e que serve para passar uns momentos descontraídos, esta é uma boa leitura. Agora se estão à procura de personagens deslumbrantes, complexas, com uma história com muito sentido e muito bem feita, bem... vão-se desiludir.
Este é um romance mágico, como bem diz na capa, onde vemos Chloe a braços com o amor humano da sua vida e tudo o que isso significa. Esta mágica meia humana é responsável pela vila cheia de sobrenaturais que se escondem dos humanos, Sugar Mapple, que subitamente desapareceu. E então bora lá para Salem, já que o que namorado de Chloe, Luke, é polícia e achou que seria um bom sítio para procurar a vila perdida. Nisto têm que passar por imensos obstáculos até que encontram respostas e enfrentam a batalha da sua vida. Não fiz muito spoiler, pois não?
Esta saga tocou-me no primeiro livro com a sua originalidade, magia e romance, No entanto, sinto que os livros a seguir não conseguiram ser tão interessantes ou originais. Não consegui manter tanto o interesse e empatia pelas personagens principais. [Aliás, consegui gostar muito mais das duas personagens que aparecem mais para a frente, que para além de serem muito interessantes e complexas são fulcrais para a história.] Ainda assim a curiosidade mantém-se e cá estou eu a escrever a minha opinião do terceiro livro. Conclusões? Este é uma livro para se passar uma boa tarde de Verão (ou uns belos dias, conforme a velocidade e o tempo de leitura) a descontrair com um enredo leve. Assim que puder hei-de ler o quarto livro que felizmente é o último. (Continuam sem perceber porque continuo a ler esta série? Culpem a minha curiosidade! xD)

4/7 - Gostei mas tenho reservas (como explicado acima, só a minha curiosidade prevalece!)

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá Cata! Como te percebo, só a minha curiosidade conseguiu com que acabasse o livro...
      Beijinho

      Eliminar
    2. Eu comecei pelo fim. O último é melhor que este. Muitooooooo melhor

      Eliminar
    3. A sério? Então, ainda bem que insisti. Assim vou com muito mais vontade para ler quando pegar no quarto :D
      Obrigada :)
      Beijinho

      Eliminar
    4. Quem leu todos diz que está ao nível do primeiro ;)

      Eliminar