segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Uma Última Noite - Nora Roberts

Uma última noite

Kasey Wyatt recebe uma oferta de emprego do escritor Jordan Taylor. Como antropologista especializada na cultura dos nativos norte-americanos, a sua função épesquisar e fornecer referências para o próximo livro do famoso e solitário Jordan. Instalando-se na mansão do escritor, Kasey sente-se aborrecida com as restrições impostas pela mãe do escritor. Mas, sempre vibrante e bem-disposta, começa a explorar os arredores da mansão, divertindo-se e desafiando as regras rígidas da casa.

É então que Jordan repara em Kasey. A princípio não se aproxima muito dela, mas o trabalho em conjunto obriga-o a reconhecer que se sente fascinado pela sua beleza... e surpreendido pela sua boa disposição contagiante. Tão contagiante que, pela primeira vez desde a morte do irmão, Jordan sente-se vivo. Mas infelizmente nem todos vêem com bons olhos a aproximação de Kasey e Jordan... e há quem esteja disposta a tudo para os separar.


Uma Última Noite é um conto de Nora Roberts, romântico com só esta autora sabe escrever. Só tenho pena que seja apenas um conto e não seja tão aprofundado e complexo como um livro completo.
Neste temos uma história linda de um escritor com certas feridas que recruta uma antropóloga para ajudar na sua pesquisa do novo livro. Esta traz uma lufada de ar fresco, não só a este como à sua sobrinha criança que muito precisa de afecto e de um sentimento de pertença. Claro que contra ela tem que ter alguém, sendo esse alguém a mãe do escritor, uma senhora muito conservadora e fechada que vê a sua influência naquela casa com maus olhos.
Mais uma vez, lamento pelo facto de esta história ser apenas um conto e não um livro; a falta de complexidade e profundidade dificulta a ligação do leitor às personagens e torna a história mais superficial quando tem tanto para explorar. Esta é uma história linda e acredito piamente que ficaria muito melhor se fosse mais explorada, pois tem muito por onde se lhe pegar. Recomendo. :)

5/7 - Gostei

Sem comentários:

Enviar um comentário