terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

A Cidade das Cinzas - Cassandra Clare


A Cidade das Cinzas
City of Ashes

Cassandra Clare
Os Instrumentos Mortais #2

Editora Planeta (2010)
360 páginas

Origem: Biblioteca
6/7 - Gostei bastante




Clary Fray só que­ria que a sua vida vol­tasse ao nor­mal. Mas o que é nor­mal quando se é um Caça­dor de Som­bras? A mãe em estado de coma indu­zido por artes mági­cas, e de repente começa a ver lobi­so­mens, vam­pi­ros, e fadas? A única hipó­tese que Clary tem de aju­dar a mãe é pedir ajuda ao dia­bó­lico Valen­tine que, além de louco, sim­bo­liza o Mal e, para pio­rar o cená­rio, tam­bém é o seu pai. Quando o segundo dos Ins­tru­men­tos Mor­tais é rou­bado o prin­ci­pal sus­peito é Jace, que a jovem des­co­briu recen­te­mente ser seu irmão. Ela não acre­dita que Jace de facto possa estar dis­posto a aban­do­nar tudo o que acre­dita e aliar-​se ao dia­bó­lico pai Valen­tine… mas as apa­rên­cias podem iludir.


Esta história está cada vez mais viciante. Quando acabei o primeiro livro, quis logo pegar neste, mas não o tinha - tinha que o requisitar na biblioteca, pelo que ainda demorei algum tempo a pegar na segunda leitura desta trilogia. E esse intervalo fez com que o início desta leitura fosse um pouco mais lenta, já que tive que voltar àquele universo, lembrar-me das personagens e do que tinha acontecido no livro anterior. Mas quando me voltei a familiarizar com a história, mal conseguia parar a leitura! É como eu disse, esta história é quase viciante, é acontecimento atrás de acontecimento, voltas e reviravoltas que nos fazem querer saber mais e mais.
As interacções entre as personagens também sofrem reviravoltas. Clary e Jace tentam esconder o que sentem, já que isso é supostamente impossível, evitando-se um ao outro, apesar de estarem constantemente preocupados um com o outro. Por outro lado Clary e Simon, grandes amigos, quase como irmãos, envolvem-se numa relação algo estranha. Por mais normal que seja, eu revirei tantos os olhos, torci tanto o nariz, porque aquilo não está certo! O casal certo é Jace e Clary apesar de tudo o que os separa! Vá, romances à parte, estes três vão evoluir e vão surpreender-nos bastante. Há revelações sobre eles que os vão tornar mais únicos do que são.
Temos ainda o aparecimento de novas personagens (ou não tão novas, nalguns casos nós é que nunca as tínhamos visto) que vão dar novas emoções à história e que vão fazer surgir das mais diversas emoções quer nas personagens já presentes quer em nós.
Outro ponto que quero destacar é que a autora tem a mania de fazer um bom livro, uma boa história cheia de acção e emoção e depois acabá-la em suspense. Digo isto porque tal como no primeiro livro, eu acabei este a dizer não! isto não pode acabar assim! É mesmo de nos fazer bater com a cabeça nas paredes até conseguirmos pegar no livro seguinte. É o que tenciono fazer muito em breve assim que conseguir ir à biblioteca. :)
Esta trilogia quase que se insere no género YA, mas felizmente consegue superar bastante os livros desse género, graças ao seu enredo, ao seu universo único e às personagens. Felizmente os romances adolescentes e triângulos amorosos não é o que preenche a maior parte dos livros, o que me faz ter uma boa leitura. Recomendo totalmente.


Livro anterior
7040332

2 comentários:

  1. O terceiro é ainda melhor! :D Que já reparei no goodreads que já estás a ler :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mónica! Tinha razão! Foi uma excelente leitura. Agora ando em dúvida se vale a pena ler os restantes ou não...
      Beijinho

      Eliminar