sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Um Mar de Rosas - Nora Roberts


Um Mar de Rosas
Bed of Roses

Nora Roberts
Bride Quartet #2

Editora Saída de Emergência (2013)
288 páginas

Origem: Biblioteca
6/7 - Gostei bastante




Desde criança que Emma é uma jovem sensível e romântica e não é surpresa para ninguém que tenha encontrado a sua vocação como florista de casamentos. Assim está sempre rodeada de flores e trabalha com as suas três melhores amigas - Mackensie, Parker e Laurel. Emma não podia estar melhor, certo? Errado. É que Emma, apesar de bela e encher de vida todas as salas onde entra (aliás, tal como acontece com os arranjos florais que cria), apenas se cruza com os homens errados. E o último lugar onde alguma vez se lembrou de procurar é…bem debaixo do seu nariz. Jack Cooke é um arquiteto e amigo de longa data que praticamente faz parte da família. Um dia ele apercebe-se que sente por Emma algo mais do que apenas amizade. Mas quando a sua paixão é correspondida, as coisas começam a complicar-se. É que nem ele gosta de compromissos, nem ela é dada a casos passageiros. Conseguirão confiar nos seus corações — para se entregarem a uma vida em comum?


Um Mar de Rosas segue a história de Um Dia Perfeito, desta vez com uma protagonista diferente, a Emma. Esta é uma romântica, que apesar de ter muitos homens a cair aos seus pés, ainda não encontrou o par perfeito, aquele que dançará com ela à luz do luar e rodeada de flores. E isto porque ainda não procurou no sítio certo, porque a pouco e pouco, esta perceberá que o amor da sua vida está mesmo ao seu lado, embora ela nunca tenha pensado que isso fosse possível.
Jack é um bom homem, com uma visão espectacular de e para edifícios, muito amigo do seu amigo, incluindo as quatro amigas da empresa Votos, o que inclui Emma. O problema é que as relações para ele são temporárias, ele vê o casamento como um desgraça vidas, fruto do casamento dos seus pais, pelo que um futuro longo ao pé de Emma lhe torce o estômago todo.
E é com estas duas personagens (principalmente) que Nora Roberts faz a história. Estes dois vão perceber que gostam um do outro, mas apesar de para um ser fácil perceber que se apaixonou, para o outro vai se um emaranhado de fios, muito difícil de pôr em condições. Felizmente que com a Nora Roberts os fins são sempre felizes, ou seja, estes dois vão conseguir entender-se.
Neste livro é mais uma vez explorado, para além do romance, o contexto dos casamentos, na vertente da sua organização. Desta vez ficamos mais familiarizados com o trabalho de uma florista, o negócio de Emma. E é bonito de ver a forma como a autora se familiariza com este tema, de forma a mostrar-nos um pouco como ele é. Somos rodeados por nomes de flores que nunca ouvimos e que não sabemos quais são (principalmente eu, que não sei quase nada de flores), por cores e por formas e mais formas de ramos, conforme o que fica melhor para cada ocasião.
Este é um bom livro, que me faz querer ler já o próximo. Infelizmente ainda falta um bocadinho para este ser publicado em português. É uma excelente tetralogia para se ler, descontrair e sonhar. :)


Livro Anterior
 

Sem comentários:

Enviar um comentário