segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Feitiços - Aprilynne Pike


Feitiços
Spells

Aprilynne Pike
Wings #2

Contraponto (2011)
296 páginas

Origem: Biblioteca
4/7 - Gostei mas tenho reservas




Seis meses após ter salvaguardado a terra onde se encontra o portal de Avalon, Laurel tem de regressar ao reino das fadas para passar o Verão, a fim de aperfeiçoar as suas habilidades como fada do Outono. Contudo, a família e os amigos ainda se encontram em risco – e a entrada para Avalon está em perigo, agora mais do que nunca.
No momento em que impreterivelmente tem de proteger aqueles que ama, Laurel tem de aliar os seus dotes feéricos ao que há de humano em si para conseguir combater o inimigo. Nesta batalha, irá Laurel pedir ajuda a David, o seu namorado humano? Ou recorrerá ao magnetizante Tamani, por quem sente uma atracção irresistível? E será o coração de Laurel feérico, ou já demasiado humano?


Três anos após a leitura do primeiro livro, regresso a esta saga fantástica de Aprilynne Pike. O primeiro livro tinha sido mediano, de literatura young-adult, pelo que durante este tempo todo, nunca mais me lembrei de verificar se mais algum livro tinha sido editado em português - até encontrar este e o terceiro à minha espera numa das bibliotecas que frequento. Movida de curiosidade, não hesitei em trazê-los (por acaso até hesitei, mas só por causa do número de livros que queria trazer e o número de livros que podia trazer... felizmente tinha uma amiga que me facilitou a escolha, ajudando-me a não precisar de fazer uma, se é que faz sentido).
O que tenho a dizer? A história tornou-se mais interessante, muito devido à introdução do reino de Avalon, ou melhor, à entrada no reino de Avalon, o reino das fadas, onde Laurel pertence. Tudo isso veio trazer novas ideias à história, novos dilemas e sobretudo mais importância ao dilema do triângulo amoroso David-Larel-Tamani.
Laurel vai aprender mais sobre si própria, sobre as suas capacidades, sobre todo o mundo das fadas e as suas "castas", mas também vai ter de batalhar contra as adversidades que aí vêem - e nem todas elas são trolls...
Considerei este livro melhor que o primeiro devido à introdução das novas ideias que o tornam mais interessante. O triângulo amoroso continuou a irritar-me um bocadinho, mas que podia fazer? Só achei que os momentos de acção e perigo se condensaram muito para o fim - podia ter havido algo mais cedo, mas pronto. Acabei a leitura com vontade de saber mais, mas essa espera (olhó o spoiler!) ainda durou um mês xD


Livro anterior

Sem comentários:

Enviar um comentário